quinta-feira, 22 de maio de 2014

Ontem foi noite de cinema 19

Minha nossa, ao tempo que não escrevo esta rubrica. Já não escrevo há tanto tempo que a maioria dos filmes que aqui estão já os vi para aí uma semana depois dos Óscares e, por isso, posso já não me lembrar muito bem. Mas vou tentar ser o mais direta possível. Afinal, cinema é dos meus maiores interesses, vejo imensos filmes (quando há tempo) e não sei porque não atualizo esta rubrica mais vezes! Um disparate!

Golpada Americana
Pois é, 26 anos depois falo-vos deste filme que foi um dos mais nomeados para os Óscares e saiu de lá de mãos a abanar. E bem merecido.
Realmente, o filme vale apenas pelas personagens. E que personagens senhores... Bem construídas, bem defendidas por grandes atores, bem caracterizadas... Mas depois falta conteúdo à história. No final do filme fiquei com a sensação de "Sim, e depois? É só isto? Não há nada mais a dizer?". Há um vazio. Não é um filme memorável. Para dizer a verdade, já estou com dificuldades em me lembrar de várias partes, mas lembro-me muito bem das personagens. São todos excelentes, mas destaco o Christian Bale (que ficou feio e gordo!) e a tola da Jennifer Lawrence que têm das personagens mais fortes. O guarda-roupa é impecável. E não estivesse a concorrer com o Grande Gatsby, achava que era merecedor do prémio. Um filme com um DVF torna-se logo mais bonito!
Em suma, não o ponham na lista dos prioritários porque vão apanhar, tal como eu apanhei, uma desilusão.

Blue Jasmine
Outro filme que já vi há uma vida. E de facto, é muito bom. Mas também temos que ter em conta que um filme com a Cate Blanchett não pode ser de outra maneira. É um filme muito realista, que retrata a vida de uma mulher que falida, não consegue manter o nível de vida a que estava habituada. Para o tentar fazer comete alguns erros e percebe-se que, no fundo, aquilo é bem mais grave do que uma pequena depressão ou incapacidade de baixar o nível de vida.
Fiquei muito curiosa com este filme principalmente depois da atriz ter ganho o Oscar. Não me desiludi com a história e muito menos com a sua interpretação. Contudo, vale a pena por causa da Cate.
Não é, mais uma vez, um filme memorável pela sua história, mas pela personagem neurótica que a atriz representa.

Brave: Indomável
E porque eu não me interesso apenas por filmes de crescidos e porque serei uma eterna criança (estou a imaginar-me a ver filmes da Disney com os meus filhos/sobrinhos com a maior animação), escolhi, uma noite destas, ver o Brave.
A Disney está a apostar forte no design gráfico, e faz muito bem. O cabelo da Merida é uma pequena obra de arte criada pelas novas tecnologias. Parece verdadeiro! É incrível.
O filme é lindo, tem uma moral maravilhosa. Conta a história do conflito de gerações, das zangas com os pais na adolescência, do "Eu é que sei!", aquelas situações pelas quais todos já passamos e havemos de passar com os filhos e com os netos... Ou seja, nunca vai acabar. Faz parte do cíclo. Claro que a história é adaptada a uma princesa que não quer ser princesa e a mãe que quer à fina força fazer dela uma rapariga "boa para casar". Não nos podemos esquecer do fator Disney, não é?
Mas gostei muito, acho que os miúdos se identificam com esta história e percebem que no final, a família quer sempre o nosso bem e está sempre em primeiríssimo lugar.

 

Nymphomaniac (Volume I e II)
Passamos diretamente de um filme de animação para um filme que muito facilmente (e também muito superficialmente) pode ser categorizado como porno. Mas de porno só tem mesmo as imagens e quem vir os dois filmes e continuar a achar que isto é porno, não entendeu, de todo, a sua essência.
Obviamente que o volume II é imediatamente a continuação do volume I, isto é, não são histórias distintas nem com personagens diferentes. É a história de uma misteriosa mulher, encontrada no chão de um beco escuro, por um senhor de idade, bastante maltratada. Ele leva-a para sua casa, cuida dela e pergunta-lhe como ficou naquele estado. E ai ela começa a contar a sua história. É uma ninfomaníaca e a sua vida não tem sido nada fácil. De facto, nós não percebemos o que é ter este problema. Achamos sempre que é uma brincadeira ou que são uns tarados, mas esquecemo-nos que ninguém consegue controlar e que as pessoas sofrem com isso. Não conseguir manter uma relação é apenas um dos problemas que têm que enfrentar. Mas há muitos mais.
São os dois filmes bastante extensos. Eu vi os dois seguidos e dei por mim, nas partes mais paradas a ficar aborrecida. Talvez não seja uma boa ideia fazerem como eu.
No entanto, adorei as metáforas ao longo do filme. As filosofias, as teorias, as comparações que parecem as mais descabidas e que depois de explicadas, fazem todo o sentido.
E o final? Magnífico! Magnífico! Magnífico! Considero este filme uma obra de arte cinematográfica. E não estou a exagerar! O guião é do mais bem escrito que tenho visto ultimamente. Todo o filme tem um encadeamento muito lógico, muito surpreendente. Quando pensamos "Porque raio está ela a contar isto? Que sentido faz para a história?", mais tarde acabamos por perceber.
A minha Uma teve uma participação curtíssima, mas fez-se ver. Excelente, como sempre! Foi devido a ela que quis ver este filme.
Penso que nunca tinha visto nada do Lars Von Trier, mas fiquei fã. Aconselho mesmo a ver e tentem ver muito mais além do sexo, de pilinhas e maminhas. O filme é tão mais profundo do que isso...

Her
Talvez das histórias mais originais que vi ultimamente. Talvez dos filmes mais bonitos (cor, luz, fotografia, planos, dinâmica, tudo esteticamente perfeito) que vi. Devia ser obrigatório.
A história não está assim tão longe de nós quanto isso. Não acho que seja algo tão futurista quanto isso. Penso que não tarda, teremos muitas Samanthas por aí e muitos Theos deprimidos e sem saberem relacionar-se. Já não nos está a acontecer isso? As novas tecnologias não nos estão a tornar cada vez mais isolados? O filme é uma bela reflexão sobre a atualidade, sobre relações, sobre aquilo que estamos a viver hoje, mas contado de um modo mais futurista.
Não quero abrir muito o jogo. Quero que vejam o filme.
E a participação da Scarlett é maravilhosa. Só sendo uma atriz muito talentosa é que é possível ter uma presença "física" como ela teve. Maravilhoso.
Mas para além da reflexão, aquilo que eu mais gostei foi mesmo da estética do filme. Lindo, perfeito! Se eu fosse realizadora, queria fazer algo assim.

Alguém tem alguma sugestão para mim? Quem filmes me aconselham?
E desta lista, já viram algum? Concordam comigo ou nem por isso?
Contem-me coisas!


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

terça-feira, 20 de maio de 2014

Globos de Ouro 2014 - Red Carpet

Este ano não consegui acompanhar os Globos de Ouro. Quer dizer, a TV estava ligada, estava com som, mas eu não estava com atenção. Este fim de semana despachei quatro trabalhos. Como devem imaginar, pouco tempo me restou.
Ontem, cheguei a casa às 19h e estive até às 4h da manhã a fazer mais dois trabalhos para entregar e apresentar hoje às 9h.
Como podem ver, ainda não houve tempo para postar nada. Mas já dei uma vista de olhos pelos vestidinhos das nossas vedetas de Portugal e conclui que a minha paixão à primeira vista foi, de facto, o único de que eu gostei realmente. Apesar de ser um vestido lindo de morrer (tomara eu ter corpinho para ele), as fotografias não lhe fazem justiça e é uma grande pena.

A medalha de ouro, ÚNICA vencedora é:

(foto retirada do Facebook da Raquel)

(foto retirada do Facebook da Raquel)
A gira da Raquel Strada.
Aquele toquezinho de Gatsby com a minha cor preferida (que por acaso é exatamente a cor dos olhos dela) conquistou-me o coração logo quando a vi na passadeira vermelha.

Quero deixar duas menções honrosas à gira da Ana Sofia que também estava muito bem (nunca está mal, não é verdade?), mas não me surpreendeu por aí além:

E à Margarida Vila Nova que estava muito bem, com um vestido discreto, elegante e com pormenores muito bonitos.

Queria, já agora, deixar três palmadas no rabinho a três meninas que me desiludiram imenso. Eu aposto sempre forte nelas e chegam-me à passadeira vermelha naqueles preparos? Não está certo!
São elas a Diana Chaves, a Cláudia Vieira e principalmente (a facada mais funda no meu coração), a estilosa e maravilhosa Luísa Beirão.

Pronto, esta foi a análise possível da Red Carpet destes Globos de Ouro que foi fraquinha, fraquinha, fraquinha... Se fizesse uma análise um por um, o resto dos vestidos iam todos para os feios. Se bem que há uns beeeeem mais horríveis do que outros (vejam o vestido da Sónia Brazão... É tão mau que dói!).

Para o ano há mais.
E as três meninas têm que se redimir.


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

domingo, 18 de maio de 2014

Red Carpet do Festival de Cannes 2014

Confesso que não sou seguidora deste festival nem sequer da sua Red Carpet. Mas este ano há uma pessoa que está a dar muito que falar. Há quem a conheça por Van der Woodsen mas pelos vistos a pequena chama-se mesmo Blake Lively. Faz as delícias dos grandes críticos da moda e está no top dos tops das melhores vestidas.
Foi ela que chamou a minha atenção para este evento, sim, mas nenhum modelito dela me arrebatou o coração. Na minha opinião esteve bem melhor no MET - chegando a ganhar a medalha de bronze do Sticky and Raw, olhem bem a honra!
Tenho-vos a dizer que depois de uma pesquisa muito superficial em dois ou três sites (não há tempo para mais), elegi as 4 melhores da Red Carpet do Festival de Cannes 2014. E como eu não sou uma crítica de moda nada especializada, a Blake não entrou na corrida, desculpem. São gostos, não é? Mas também foi muito fácil para mim encontrar as vencedoras porque as restantes eram ou horríveis ou mais do mesmo.
Chega de paleio e passemos às grandes sortudas. Vou ser sincera, não consegui atribuir pódio a ninguém. Estão todas em pé de igualdade e eu gosto de todas! Assim ficamos amigas como sempre.

Nadja Aurmann em Dolce & Gabbana

Zoe Saldana em Victoria Beckham

Paz Vega em Elie Saab

Sofia Coppola em Valentino

Agora mandem para cá os modelitos que eu vou precisar de pelo menos dois. Vá, vá, vá a despachar.


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Objetos de (muito) desejo 32

Hoje falo daquelas peças lindas de morrer que me conquistaram o coração logo à primeira vista. Encontrei-as na página Toque Final no facebook e estou muuuito tentada aqui com estas coisas lindas.


Digam-me lá se não cheira a verão!
Não apetece ter tudo e ir para um destino paradisíaco?
Humm...
Mas podem encontras centenas de outras peças na página do facebook como capas para telemóveis, peças de roupa de inverno (e há cada casaco mais lindo senhores...), almofadas, peças para animais, até há objetos para homens! E sabem o que é o melhor de tudo isto? É que os preços são uma tentação!

Passem por lá e depois digam-me alguma coisa ;) Quem é amiga, quem é?



Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

domingo, 11 de maio de 2014

Look Low Cost 7

Com a chegada do sol e do calor - e das férias!!! - começam a vir o quê? Os casórios! Mas depois há a questão do dinheiro "Ai que eu não posso gastar dinheiro na roupa, tenho que poupar para as férias" ou "Ui que eu gastei tanto dinheiro nas férias que agora não posso mesmo gastar mais dinheiro".
Calma, eu estou aqui!
Hoje em dia existem lojas com uma oferta variada de vestidos de gala low cost (por exemplo, a Mango e a H&M). Mas para ir a uma cerimónia não precisamos de levar um vestido até aos pés cheio de rendas e folhos.
Se o casamento (ou outra cerimónia semelhante) for mesmo no verão, eu trago uma sugestão fresca, divertida e super cool - só para as mais corajosas ;) - e por menos de 100€.

Escolhi este vestido verde esmeralda que me conquistou o coração em 2 segundos. Era moça para mandar cortar aqueles bicos de lado, mas ainda assim é giro. Ora que o vestido é uma excelente aposta de compra porque está super na moda (cor, plissado e modelo) e porque é mesmo muito versátil. Só de olhar para ele imagino um sem fim de momentos onde poderia usá-lo, inclusivé na praia, super descontraída.
Mas é ideal para uma festa. Se não acreditam, vejam em baixo.
Já sabem que eu no verão gosto de misturar todas as cores do mundo. Dá-me mesmo gosto brincar com isso. E se é verão, há que arriscar, ser-se divertida e mostrar a nossa personalidade. Arrisquem!
1. Vestido H&M, 19.95€; 2. Brincos Parfois, 6.99€; 3. Clutch Parfois, 29.99; 4. Pulseiras H&M, 9.95€; 5. Sandálias Zara, 29.95€; 6. Lip Gloss H&M, 1.95€

Espero que tenham gostado e que também gostem de arriscar.
Brinquem e não levem nada muito a sério.
Ah, e aproveitem o sol! ;)


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

sábado, 10 de maio de 2014

A minha menina já é Sra. Dra!

A minha menina licenciou-se no Dia da Mãe. E eu não podia estar mais cheia de orgulho! Porque estas coisas não acontecem todos os dias!
Eu, a Isabel e a Ana.
Falta a Mi porque não conseguiu mesmo estar presente.

Manter a tradição. Juro que não bati com muita força! ;)

O raminho que lhe oferecemos.
Com três corações em arame dourado.

E como o raminho não fomos nós que o fizemos, decidi colocar um toque nosso.
Sabem como é, pormenores fazem a diferença ;)

Muitos parabéns meus amor!
Isto agora é que vai ser!


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

O Dia da Minha Mãe

Quase uma semana depois, mas mais vale tarde do que nunca (é impressão minha ou tenho estado constantemente a dizer esta frase?).

O dia começou cedo. Entre floristas, pequeno almoço e cemitérios, ainda houve tempo para uma conversa aqui com este ou aquele que encontrávamos pelo caminho. O assado estava no forno, tínhamos tempo.
Mas começando pelo princípio. Fomos à florista. Queria encomendar um raminho bonito para oferecer à Isabel. Escolhi rosas. Nem sei bem porquê, não sou muito de rosas. Mas achei-as bonitas.
Depois de ir aos cemitérios visitar as minhas avós, de tomar o pequeno almoço e dar duas de treta, voltei à florista para ir buscar a minha encomenda. Sem que a minha mãe visse, trouxe duas rosas (uma minha e outra do meu irmão).
Quando chegamos a casa, o assado estava quase pronto. Foi só pôr a mesa e oferecer as flores. A minha mãe adorou. Não estava a contar.


No final houve direito a tarte de morango feita pelo meu irmão. Eu que nem sou grande fã de bolos com fruta, gostei muito.

E o vosso Dia da Mãe correu bem (apesar de já ter sido há meio século atrás)? 
Eu espero que sim!


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

quinta-feira, 8 de maio de 2014

MET 2014

Tardou mas não falhou. Desta vez, como não tenho mesmo tempo apenas vou postar o meu Top 3.
Na verdade, todos os outros modelitos foram fraquinhos, fraquinhos, fraquinhos. Foi muito mau.

A medalha de bronze vai para:
A gira da Emma Stone
Com dois tons de rosa - quem disse que não ficavam bem juntos? - e com a grande tendência da tirinha de barriga à mostra. O que mais gostei foi da descontração e a jovialidade. Boa maquilhagem, penteado giríssimo... E a cor dá sempre aquele toque feminino e leve.
Muito bem!

A medalha de Prata vai para:

A minha segunda Gossip Girl preferida, Serena Van der Woodsen Blake Lively.
E que glamour, que chiqueza, que leveza... Quem pode, pode. E a Blake pode. Pode com o visual e com esta bela companhia. Não é o estilo de vestido que me conquista o coração à primeira, mas nela... deixou-me de queixo caído.
Repito, quem pode pode!

E a grande vencedora, a medalha de OURO vai para:
Victoria Beckham
A provar que o menos é mais. Apetece-me saltar-lhe para cima e roubar-lhe o vestido, as jóias e imitar-lhe o penteado. Linda, maravilhosa, simples e perfeita. Apaixonei-me.
Claro que a companhia também a enaltece. Só lhe falta mesmo um sorriso rasgado.
Well done Victoria, well done!


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

domingo, 4 de maio de 2014

sábado, 3 de maio de 2014

A semana

Esta semana o meu corpo fez-me um aviso. E dos grandes.
Não me lembro da última vez que fiquei mesmo doente, de cama. Não me lembro da última vez que fiz mais de 37.5º de febre. Não me lembro quando foi a última vez que tive mesmo que acalmar o espírito por causa de uma gripe ou semelhante.
Aconteceu esta semana. Uma daquelas amigdalites chatas com direito a 39º de febre e tudo.

Tudo começou no domingo. Acordei cedo. Ia buscar uma amiga para irmos tomar o pequeno almoço. Senti-me muito mal disposta, muito enjoada, tonta e com muitas dores de garganta. Não liguei muito. Levantei-me, fui tomar banho mas a indisposição não passou. Até que quando estava a escovar os dentes, deu-me uma daquelas tonturas de deixar de ver e as pernas a tremer qual gelatina. Sentei-me um pouco no sofá a ver se passava. Não passava. Estava a mandar uma mensagem à minha amiga a avisá-la que não ia poder ir quando tive que ir a correr para a casa de banho para vomitar. Já não me lembrava da última vez que tinha vomitado. Tenho um bom estômago.
A minha mãe apercebeu-se e veio a correr ter comigo. Ligou à minha amiga a avisá-la enquanto que eu estava abraçada à sanita.
Depois disso sentei-me no sofá e tomei um chá quentinho e um comprimido. Pensava eu que era falta de comida e por isso os meus pais convenceram-me a ir comer. Senti-me melhor durante a manhã. Sem enjoos, sem tonturas, apenas com aquela dor de garganta muito chata.
Durante a tarde, estava eu no sofá a estudar, comecei a sentir MUITO frio. Mas mesmo muito frio. Estava a estudar com uma t-shirt, uma camisola polar, o robe por cima e duas mantas. E continuava a tremer. Tinha muito sono, doía-me o corpo e não conseguia concentrar-me. Mas que raio...
Os meus pais convenceram-me a ir ao médico antes da hora do jantar. Tinha teste no dia a seguir e não podia, de maneira nenhuma, faltar. Saí de casa com 39º.
No médico, pedi por favor para não tomar uma injeção de penicilina. Ele acedeu ao meu pedido e receitou-me um antibiótico e mais um comprimido, mas avisou-me que poderia não resultar e aí, a penicilina seria a única solução.
Na segunda estava pior. Não consegui dormir, engolir a saliva fazia-me chorar de dores, o meu corpo estava mole e dorido. Saí na mesma de casa trajada. Fui fazer o teste. Pensei que me fosse correr pior dado a que não tinha conseguido estudar no dia anterior.
E pronto, terça ainda fui às aulas. Tive a tarde livre, como é costume. Tirei-a só para mim. Para descansar. E o que eu precisava de descansar senhores... O que eu precisava de me deitar e não pensar em mais nada... 

No feriado, apesar de saber o que tinha para fazer, decidi sair com os meus pais. Fomos passear ao Porto. E que bem que me soube! À noite fui tomar um café com o marido.
Claro que isto não dura sempre. Esta semana vai ser de doidos. Tenho muito que fazer.

Já me sinto bem melhor, apesar de ainda ter que tomar o antibiótico até segunda de manhã. Mas isto foi mesmo um aviso que o meu corpo de meu. Avisar-me que preciso de descansar, de delegar, de esperar, de deixar que os outros também façam, de me divertir e de não levar tudo tão a sério.

Juro que é o que eu estou a tentar fazer, pelo menos até ao final do ano. Veremos se consigo.
Não se esqueçam que é mesmo necessário descansar. Ter tempo só para nós. Divirtam-se!


Sticky&Raw
Facebook | Instagram | 
stickyandraw@live.com.pt

Obrigada!

Gostaria muito de agradecer a todas as pessoas que vieram cá ao blog elogiar o texto que escrevi. Agradeço do fundo do coração as palavras bonitas que deixaram. Agradeço também aos que partilharam no Facebook e que também me elogiaram as palavras mesmo sem sequer saberem quem está por detrás delas.
Muito obrigada por não ter aqui nenhuma pessoa anti-praxe a criticar o meu post e a insultar-me pelo que escrevi. Depois dos comentários que li em alguns jornais e outros posts no Facebook, agradeço imenso por isso não me ter acontecido. Por isso, muito obrigada a todos os que mesmo que não concordarem com a praxe, não a criticaram e respeitaram a essência do texto e o luto. Gosto muito das pessoas que por aqui passam!

Claro que este episódio jamais me sairá da memória e muito menos do coração. Claro que nunca me vou esquecer destes momentos, do que vi, do que senti e muito menos dos caloiros de LEI.

Essencialmente, a palavra que quero deixar aqui antes do blog voltar ao ritmo do costume - porque a vida continua, dizem - é OBRIGADA!


Sticky&Raw
no Facebook e no Instagram
stickyandraw@live.com.pt